hakani-divulgacao1

 A cada ano, centenas de crianças são enterradas vivas na Amazônia. O motivo? Crianças com deficiência física, ou simplesmente, gêmeas.

Não podemos dizer se é certo ou errado, porque antes é preciso determinar o que é o certo e o que é o errado – Trata-se de costumes indígenas, cruéis para nós, necessários para eles.   

Tamanha é a violência que, índios adultos lutam contra este ato tão cruel. As crianças são enterradas vivas. Choram até morrer. Irmãos ou os próprios pais pedem para poupá-los, mas é contra as regras da tribo. Não temos só o sofrimento destas crianças, mas também de famílias que sofrem com essa sádica tradição.

De certa forma, podemos comparar os aparentes ou apresentáveis motivos com um marco em nossa história: o nazismo – Hitler pregava a raça pura, propondo uma limpeza, cruel, sádica e impiedosa. Os índios a faz, porém sem pensar que esta “limpeza” seja tão cruel.  Na cabeça deles, é algo necessário e comum.  

A pergunta é: podemos questionar estes atos, uma vez fazendo parte da cultura de um povo? Podemos destruir esta cultura, para salvar as vidas destas crianças? O que devemos ou podemos fazer?                                     

  
As imagens a seguir contém algumas cenas de nudez e violência:

 

 

 

 

 

Por Henrique Guedes

Anúncios