0,,12125629-EX,00[1]
_

A evolução das espécies parece que ainda não acabou, como muitos afirmam; uma transformação na espécie que se diz a espécie superior pode ser notada com clareza – talvez evolução não seja a palavra adequada pois parece ser o contrário disso. Trata-se do Homo Shopping.
O Homo Shopping vive em bando, e como o próprio nome sugere, seu habitat natural é o shopping – são encontrados com facilidade nas portas das lojas, nas praças de alimentação ou em outras áreas pouco relatadas (cinemas, estacionamento e banheiros). Onde existe um shopping o Homo Shopping é encontrado, comprando ou fazendo suas listas para futuras compras.

Parece brincadeira, mas não é. Os shoppings se transformaram no principal ponto de encontro dos grupos modernos, seja para assistir um filme, seja para “bebemorar” algum evento ou apenas saborear um suculento, sujo e caro lanche do MCDonald´s. Agora tudo é motivo para ir ao shopping. Mas o shopping não serve apenas para gastos momentâneos – os parques verdes com pistas para caminhada foram substituídos pelos corredores do amigo do capitalismo; parques infantis são encontrados com facilidade no mesmo; dificilmente encontramos salas de cinema disponíveis fora das paredes do habitat natural do Homo Shopping. Em certos lugares, existe a dificuldade em encontrar livrarias fora dos shoppings, o que é uma situação lastimável.

Estamos condenados a ir aos shoppings – quando a grande massa aceita coisas ruins para a espécie, todos sofrem com isso; da mesma forma que estamos condenados a nos ajoelharmos aos pés do capitalismo, por simples sobrevivência, estamos condenados a adentrar no ambiente frio e estranho dos shoppings, estando assim condenados a regredir a capacidade de pensar e evoluir a habilidade de consumir ou desejar consumir. Belo fim para uma espécie tão superior, não?

O pior é que nenhuma solução é apresentada por parte dos “não dominados”, pois nada parece ser viável para o extermínio das ações involuntárias e agressivas do homem. A inteligência humana é burra – ela criou seu próprio inimigo, o alimenta e fornece foices mais aprimoradas para uma decapitação mais eficaz, venenos mais fortes para uma intoxicação mais rápida e os shoppings.

_
Por Henrique Guedes

Anúncios