Em uma rápida visita ao site Ateus.Net, achei um post muito interessante: O Criador Instantâneo de Religiões: Versão Novo Testamento. Animado com o post, criei minha própria versão (ridicularizando a estória bíblica):

O Evangelho segundo Personalogia

Para grande surpresa de seu marido, a Virgem Lilith estava grávida. Felizmente, um anjo explicou para Virgem Lilith que seu filho era Unicórnio Cristo, Senhor do mundo, o glorioso primo de Deus (e Operador de Telemarketing nas horas vagas). No dia de seu nascimento, os anjos ordenaram que os pastores seguissem o brilho da vampiresca do filme Crepúsculo para encontrá-lo. Além disso, três loucos jegues vieram trazendo valiosos presentes: garrafas e copos. Passado algum tempo, sucedeu que Unicórnio Cristo foi batizado, sendo submergido em cerveja. Então proferiu o sermão da beleza. No sermão da beleza, Unicórnio Cristo ensinou: Bem-aventurados os carecas, pois eles serão os gordos; Bem-aventurados são os bêbados, pois deles será o Reino dos Céus. Unicórnio Cristo também fez muitos milagres, como quando transformou 51 em Ypióca durante o casamento de um amigo; também fez um pé-de-cana recuperar-se com uma simples palavra. Infelizmente, os governantes ficaram muito bravos com a influência de Unicórnio Cristo, e então bateram e chutaram e explusaram Unicórnio Cristo, que apenas disse: perdoai-os, eles não sabem o que fazem. Mas algum dia ele retornará em glória e magnificência para o julgamento final, então prepare-se! Unicórnio Cristo retornará! O fim está próximo!”

Agora qualquer um pode ter sua própria versão de uma estória que tem mais de 2 mil anos (…) Basta preencher os espaços, seguindo as especificações. Link do Ateus.Net: O Criador Instantâneo de Religiões: Versão Novo Testamento

Por Henrique Guedes

Anúncios