Como todos devem saber, no dia 21 de abril aconteceu a Marcha Contra a Corrupção, evento nacional, que ganhou vários adeptos em poucas semanas. Embora a Marcha Contra a Corrupção fora um protesto nacional, apenas as manifestações nas capitais brasileiras receberam atenção mediática de renome. Entre elas, a manifestação na Paulista – SP. O evento fora muito bem organizado, mas como todos sabem, o acúmulo de pessoas pode gerar comportamentos indesejáveis. É claro que a mídia não poderia deixar de pintar os “manifestantes” como vândalos. Mas deixarei as explicações para os organizadores do evento na Paulista.

No mesmo dia e local, estava na minha cidade, São Bernardo do Campo, comHenrique Guedes (eu) na Marcha Contra a Corrupção o mesmo intuito. A marcha em SBC começou com certo atraso, pois a Polícia Militar demorou para chegar no lugar marcado e a CET, que fora avisada que o trânsito seria prejudicado, não apareceu. Sendo assim, todo o trabalho de controle do trânsito e integridade física dos manifestantes ficou na responsabilidade da Polícia Militar. Aliás, gostaria de deixar aqui meus agradecimentos; ao contrário dos PMs da Paulista, os PMs de SBC foram fundamentais na hora na marcha.

Infelizmente o número de pessoas presentes fora inferior ao esperado – segundo o levantamento da Polícia Militar, cerca de 120 pessoas estavam presentes. No entanto, devemos levar em consideração o fato da população estar desanimada em lutar pelos seus direitos. O número de manifestantes na Marechal Deodoro não define o número de pessoas indignadas com o descaso da decadente política brasileira para com a população. A idéia de uma “marcha” para combater a corrupção deveras soa inútel. Quando as pessoas aprenderem que não existe manifestação miojo, o número será muito maior. Afinal, tudo precisa de um começo.

A manifestação em São Bernardo do Campo, coordenada por Elton Xavier, João Vitor Batista Lisboa, Rubens P. de Oliveira Filho e monitorada por Nathália Lima, Lucas Lisboa, Nanda “Roots”, Diego A. Schulz e Henrique Guedes (de última hora) entre outros, todos no grupo QFC – Quero o Fim da Corrupção, recebeu atenção do Jornal do Grande ABC e do programa local Núcleo Jovem, apresentado por Bruno Gabriel. Assista o vídeo:

.

Já existe planejamento para uma 2ª Marcha, no dia 07 de Setembro, ainda sem horário e local definidos. O tema da 2ª Marcha Contra a Corrupção será o Voto Aberto Palamentar, o Fim do Foro Privilegiado e a Corrupção para Crime Hediondo. A 2ª Marcha também está sendo organizada pelo QFC, com a mesma coordenação e monitores. Em breve mais informações.

Por Henrique Guedes

Anúncios